Quarta-feira, 30 de Setembro de 2015

Música nas praças a 3 de outubro


tags:
publicado por industrias-culturais às 16:25
link | comentar | favorito

Livro sobre rádio, som e internet

Acaba de ser publicado o livro digital Radio, Sound and Internet, organizado por Madalena Oliveira e Fábio Ribeiro.



Do editorial, assinado pelos organizadores, retiro o seguinte:

"At odds with the idea that radio is an archaic and nostalgic medium, the Internet has been understood as a kind of new transistor. However more than an expanded form of wireless communication, the Web corresponds to a new age for radio and audio media. Born to be blind, or non-visual, for the first time radio has been seriously challenged by the empire of images. Due to its optical nature, the Internet has actually “forced” radio to become visible, given that there is no other way to tune in a radio broadcaster on the Internet than “navigating through” icons. Although more visibility usually means less capacity to listen to something, the Internet has also brought new forms of listening to. Podcasts and audio on demand are today a sophisticated, but absolutely simple, way of providing listeners with new audio productions. Corresponding to a new way of listening to radio and a new paradigm of audio content distribution, as acknowledged by Ignacio Gallego (2010), podcasting represents one of the most innovative audio services provided by Internet. Adapted both to information and fiction/entertainment, this format changed the way radio has always been regarded. If in the past it was exclusively dedicated to live broadcast, which meant that audience and broadcast were simultaneous, today radio is, likewise other mainstream media, a platform of customized content".
tags:
publicado por industrias-culturais às 14:25
link | comentar | favorito

Feira de discos de vinil

No dia 28 de Novembro, das 10:00 às 21:00, vai decorrer a Feira de Discos de Vinil de Lisboa, na Taberna das Almas (Regueirão Anjos 68, Lisboa) aberta a todos os interessados, vendedores amadores e profissionais. Para além da venda de discos, a Feira conta com a representação de editoras independentes nacionais e estrangeiras, exposição de equipamentos aúdio, exposição de ilustração por Esgar Acelerado, apresentação do Festival Barreiro Rocks 2015 e concerto no encerramento do evento. Inscrições para o email: info@feiradediscosdevinildelisboa.com.
publicado por industrias-culturais às 14:20
link | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Setembro de 2015

Jogadores, de Pau Miró

No final da peça, os atores estavam felizes, convictos de uma boa representação. E o público não regateou aplausos. A peça de Pau Miró, Jogadores, apresenta quatro homens de meia idade mas no limiar das suas capacidades produtivas. Um é barbeiro, ex-dono da barbearia, depois empregado e despedido, que sabe que a mulher anda com outro. O segundo homem é coveiro de profissão e passa a vida a falar da prostituta ucraniana e dos ciúmes que tem dos outros clientes dela. O terceiro é um ator falhado, que em sucessivas audições, não arranja lugar. Para ele, é mais fácil roubar no supermercado, onde por vezes é descoberto. O último dos quatro parece o mais intelectual, professor de matemática que, num momento de desvario, agride violentamente um aluno, é suspenso e obrigado a pagar uma indemnização.

Jogadores compulsivos de póquer e de casino, motivo que os leva a reuniões todas as noites, lembram-se de assaltar um banco. Precisam de refazer financeiramente a vida. Hesitam, discutem violentamente e passam à ação. Parecem conseguir o céu e o inferno, estão enredados em vidas sem futuro. Diz o professor: "É fácil prever o futuro. Basta olhar para o céu. Ou para o espelho. Se te vires ao espelho, podes saber o futuro".


Tradução do texto por Joana Frazão, com Américo Silva, António Simão, João Meireles e Pedro Carraca, cenografia e figurinos de Rita Lopes Alves, luz de Pedro Domingos, coordenação técnica de João Chicó, assistente João Pedro Mamede e encenação de Jorge Silva Melo. Do próprio Pau Miró: "É como se estas personagens se tivessem esquecido do texto e estivessem à espera que voltasse. Perderam o pulsar do mundo, e só têm uma maneira de o recuperar, talvez demasiado arriscada, seguramente demasiado perigosa. E louca. E também desesperada. Ao fim e ao cabo, no entanto, a única maneira".
tags:
publicado por industrias-culturais às 23:30
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Setembro de 2015

Vasco Ribeiro e os spin doctors

Vasco Ribeiro vai lançar o livro Os Bastidores do Poder - Como spin doctors, políticos e jornalistas moldam a opinião pública portuguesa no próximo dia 2 de outubro, às 18:45, no Atrium Saldanha. Conta com apresentação do jornalista Gonçalo Bordalo Pinheiro e de J. Martins Lampreia. Do que eu conheço do seu trabalho, será um texto brilhante e um livro muito oportuno no atual momento eleitoral.

[o convite abaixo é para a apresentação em Vila Nova de Gaia, a 30 de outubro]


publicado por industrias-culturais às 23:39
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Setembro de 2015

Leonor Barbosa de Melo

A soprano Leonor Barbosa de Melo, com o pianista Pedro Oliveira Lopes, cantou Was du mir bist de Erich Wolfgang Korngold, no dia do seu casamento (5 de setembro). O vídeo que fiz, com a câmara do telemóvel, não é o melhor, mas fica aqui. Obrigado, Leonor.



Uma outra versão pode ser vista aqui.
tags:
publicado por industrias-culturais às 23:14
link | comentar | favorito
Domingo, 20 de Setembro de 2015

"Nous sommes pareils à ces crapauds qui " de Ali et Hèdi Thabet


Mathurin Bolze, bailarino e artista de circo (companhia MPTA), Hédi Thabet e a bailarina grega Artemis Stavridi - que é a mulher de Bolze -, acompanhados de músicos gregos e tunisinos, interpretam diversas personagens: o casal em que ele é machista, o encontro e desencontro de siameses. A interpretação é de um enorme rigor. Fiquei com muito respeito por Hédi Thabet, uma enorme personalidade que ultrapassa um problema visível mas se comporta com uma grande elegância e dá uma grande lição de como é bom viver. Para perceber melhor o que escrevo, ver o vídeo em Nous sommes pareils à ces crapauds qui.

Na imagem, almoço dos artistas na zona de representação. Participação nos dias 11 e 12 de setembro no auditório da Academia Militar, à rua Gomes Freire, em Lisboa, integrado no Festival Todos.
publicado por industrias-culturais às 23:09
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Setembro de 2015

Kafka no Rivoli

João Lagarto e Sérgio Praia interpretaram a partir da encenação de Ana Luena É Impossível Viver, com base em contos de Franz Kafka, a partir de tradução de José Maria Vieira Mendes. São figuras que se cruzam - o companheiro, o bêbado, o devoto, a criança-fantasma.

O teatro é palavra, embora no final, um dos atores dissesse preferir o silêncio. Ou o movimento. Por vezes, tem-se dificuldade em acompanhar o que as personagens expressam, mas é pelas palavras que as seguimos. Penso que seja pela complexidade dos pensamentos, por alguma insofismável característica pessoal.

Também se perguntou nesse final após a representação se um ator não podia fazer as deixas do outro. Eles e a encenadora confessaram ter trocado por vezes os papéis, o narrador tornava-se a personagem ou vice-versa. Como se fosse um jogo de espelhos ou de duplos [por isso a minha imagem do teto da sala de acesso ao auditório Isabel Alves Costa].

Sala cheia a ver os gestos, as palavras e os movimentos no espaço.



tags:
publicado por industrias-culturais às 21:59
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Setembro de 2015

Percursos

Inauguração amanhã dia 18, às 19:00 no mercado do Forno do Tijolo, em Lisboa, com trabalhos de André Alves, Carlos Filipe Maia, Cátia Cunha Pimentel, Flávio Filho, Gonçalo Pôla, Hugo Valério, Luis Bompastor, Luis Ferreira, Mafalda Silva, Nuno Lopes, Rebeca Bonjour, Sara Almiro e Sara Matos.

Exposição até 5 de outubro, de quarta a sábado, das 14:00 às 20:00na rua Maria da Fonte, em Arroios, Lisboa(metro: Intendente/Linha Verde).

publicado por industrias-culturais às 18:26
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Setembro de 2015

João Paulo Guerra

A voz de João Paulo Guerra já não se ouve na manhã da Antena 1 (8:20), a ler e comentar as notícias dos jornais, a Revista de Imprensa. Soube agora que ele foi substituído por João Paulo Baltazar, o diretor de informação da rádio pública.

Eu tenho um elevado apreço pelo trabalho de João Paulo Guerra. Creio não haver ninguém com a acutilância da leitura e do cruzamento de histórias jornalísticas como ele. Ele lia como se fosse uma página do melhor romance, dado o enredo e a harmonia com que mudava de tópico. Por outro lado, já não há fechos do espaço com o anúncio de um festival de poesia ou de gastronomia. E ainda a ironia que ele punha nas palavras quando falava sobre certos temas.

Em entrevista para a minha investigação sobre rádio, João Paulo Guerra contou-me que o seu trabalho começava cerca das cinco horas da manhã quando recebia os jornais em casa. Lia atentamente as publicações para ter pronta, às 7:20, uma leitura das capas e, uma hora depois, a leitura dos assuntos mais importantes. Tinha equipamento ligado à RDP para fazer o seu trabalho diretamente de casa. Depois, ia correr para o estádio do INATEL. A atividade dava-lhe duas vantagens: ao levantar-se cedo tinha um dia muito comprido, ao correr no estádio mantinha a sua forma física.

O novo leitor do espaço chama-lhe timidamente quiosque e o animador António Macedo não me parece tão à vontade. Pelo menos não se lhe ouve o "assim seja" como na despedida de cada intervenção de João Paulo Guerra. Não sei se João Paulo Baltasar tomou a melhor atitude ao substituir o veterano leitor de notícias, pois o seu dia de trabalho é tão intenso em termos de decisões e de estratégias para se comprometer com uma rubrica de rotina diária e muito matinal.

Atualização em 11.10.2015: ver aqui: João Paulo Guerra passa a participar num comentário semanal chamado O Fio da Meada, em conjunto com outros intervenientes.
tags:
publicado por industrias-culturais às 21:38
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Junho 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Transportes públicos japo...

. Televisão japonesa

. Templos em Tóquio

. Novos diretores de jornai...

. Santuário Fushimi Inari T...

. Templo do Pavilhão Dourad...

. Kiyomizu-dera (leste de Q...

. Castelo Nijo (Quioto)

. Quioto à hora do jantar

. Introdução ao teatro Bunr...

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

. Outubro 2003

. Agosto 2003

. Abril 2003

. Março 2003

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub