Domingo, 30 de Abril de 2006

...

BLOGUE AS IMAGENS E NÓS

Desde ontem, o blogue
As imagens e nós tem uma nova linha visual, numa ideia de refrescamento gráfico que há pouco tempo também ocorreu com os blogues Atrium e Jornalismo e comunicação.



José Carlos Abrantes, professor universitário e animador de tertúlias - como as que vêm sendo realizadas sobre blogues -, vai lançar na feira do livro, em 6 de Junho, pelas 18:30, o texto Ecrãs em mudança, organizado por ele.
Como refere no seu blogue As imagens e nós (mensagem de 24 de Abril):
  • O livro Ecrãs em mudança reúne contribuições sobre as relações da televisão e da internet com os seus públicos, sobretudo os jovens. A interacção entre os públicos e tais tecnologias faz-se, sobretudo, a partir dos ecrãs, face aos quais nos entregamos, quotidianamente, mais ou menos tempo, na nossa actividade profissional e de lazer. Tais ecrãs estão em mudança pois, quer uns quer outros, sofrem transformações constantes nos conteúdos, nos dispositivos, nos públicos, nas tecnologias que os fazem estar presentes nas sociedades modernas.
publicado por industrias-culturais às 15:04
link | comentar | favorito

...

BLOGUE AS IMAGENS E NÓS

Desde ontem, o blogue
As imagens e nós tem uma nova linha visual, numa ideia de refrescamento gráfico que há pouco tempo também ocorreu com os blogues Atrium e Jornalismo e comunicação.



José Carlos Abrantes, professor universitário e animador de tertúlias - como as que vêm sendo realizadas sobre blogues -, vai lançar na feira do livro, em 6 de Junho, pelas 18:30, o texto Ecrãs em mudança, organizado por ele.
Como refere no seu blogue As imagens e nós (mensagem de 24 de Abril):
  • O livro Ecrãs em mudança reúne contribuições sobre as relações da televisão e da internet com os seus públicos, sobretudo os jovens. A interacção entre os públicos e tais tecnologias faz-se, sobretudo, a partir dos ecrãs, face aos quais nos entregamos, quotidianamente, mais ou menos tempo, na nossa actividade profissional e de lazer. Tais ecrãs estão em mudança pois, quer uns quer outros, sofrem transformações constantes nos conteúdos, nos dispositivos, nos públicos, nas tecnologias que os fazem estar presentes nas sociedades modernas.
publicado por industrias-culturais às 15:04
link | comentar | favorito

...

BLOGUE AS IMAGENS E NÓS

Desde ontem, o blogue
As imagens e nós tem uma nova linha visual, numa ideia de refrescamento gráfico que há pouco tempo também ocorreu com os blogues Atrium e Jornalismo e comunicação.



José Carlos Abrantes, professor universitário e animador de tertúlias - como as que vêm sendo realizadas sobre blogues -, vai lançar na feira do livro, em 6 de Junho, pelas 18:30, o texto Ecrãs em mudança, organizado por ele.
Como refere no seu blogue As imagens e nós (mensagem de 24 de Abril):
  • O livro Ecrãs em mudança reúne contribuições sobre as relações da televisão e da internet com os seus públicos, sobretudo os jovens. A interacção entre os públicos e tais tecnologias faz-se, sobretudo, a partir dos ecrãs, face aos quais nos entregamos, quotidianamente, mais ou menos tempo, na nossa actividade profissional e de lazer. Tais ecrãs estão em mudança pois, quer uns quer outros, sofrem transformações constantes nos conteúdos, nos dispositivos, nos públicos, nas tecnologias que os fazem estar presentes nas sociedades modernas.
publicado por industrias-culturais às 15:04
link | comentar | favorito

...

BLOGUE AS IMAGENS E NÓS

Desde ontem, o blogue
As imagens e nós tem uma nova linha visual, numa ideia de refrescamento gráfico que há pouco tempo também ocorreu com os blogues Atrium e Jornalismo e comunicação.



José Carlos Abrantes, professor universitário e animador de tertúlias - como as que vêm sendo realizadas sobre blogues -, vai lançar na feira do livro, em 6 de Junho, pelas 18:30, o texto Ecrãs em mudança, organizado por ele.
Como refere no seu blogue As imagens e nós (mensagem de 24 de Abril):
  • O livro Ecrãs em mudança reúne contribuições sobre as relações da televisão e da internet com os seus públicos, sobretudo os jovens. A interacção entre os públicos e tais tecnologias faz-se, sobretudo, a partir dos ecrãs, face aos quais nos entregamos, quotidianamente, mais ou menos tempo, na nossa actividade profissional e de lazer. Tais ecrãs estão em mudança pois, quer uns quer outros, sofrem transformações constantes nos conteúdos, nos dispositivos, nos públicos, nas tecnologias que os fazem estar presentes nas sociedades modernas.
publicado por industrias-culturais às 15:04
link | comentar | favorito

...

BLOGUE AS IMAGENS E NÓS

Desde ontem, o blogue
As imagens e nós tem uma nova linha visual, numa ideia de refrescamento gráfico que há pouco tempo também ocorreu com os blogues Atrium e Jornalismo e comunicação.



José Carlos Abrantes, professor universitário e animador de tertúlias - como as que vêm sendo realizadas sobre blogues -, vai lançar na feira do livro, em 6 de Junho, pelas 18:30, o texto Ecrãs em mudança, organizado por ele.
Como refere no seu blogue As imagens e nós (mensagem de 24 de Abril):
  • O livro Ecrãs em mudança reúne contribuições sobre as relações da televisão e da internet com os seus públicos, sobretudo os jovens. A interacção entre os públicos e tais tecnologias faz-se, sobretudo, a partir dos ecrãs, face aos quais nos entregamos, quotidianamente, mais ou menos tempo, na nossa actividade profissional e de lazer. Tais ecrãs estão em mudança pois, quer uns quer outros, sofrem transformações constantes nos conteúdos, nos dispositivos, nos públicos, nas tecnologias que os fazem estar presentes nas sociedades modernas.
publicado por industrias-culturais às 15:04
link | comentar | favorito

LOJAS DE PRAGA

Podemos dividir as lojas da cidade de Praga em seis níveis: de produtos de qualidade, modernas, antigas, internacionais (marcas multinacionais ou negócios internacionais), nobres (junto ao castelo) e de cristais.





Das três primeiras lojas, a que designo de produtos de qualidade, duas ficam numa pequena rua de lojas de prestígio não longe da praça do relógio astronómico. Numa delas, a livraria Knihy Aulos, ficou um magnífico livro de 3500 coroas (cerca de €125 ), com litografias. O lojista da
Knihy Aulos bem se esforçou em elogiar a obra e a edição mais que limitada - apenas 50 exemplares -, mas o blogueiro hesitou em comprar (obstáculo para além do preço: o texto em checo).





As lojas antigas encontram-se em zonas ainda relativamente próximas da cidade comercial do centro: práticas mas com montras feias e cheias de produtos (muito diferente do que o blogueiro observou há mais de uma dezena de anos em parcela da antiga Jugoslávia, na actual Bósnia-Herzgovina, com as prateleiras vazias nos mercados). Já as lojas internacionais encontram-se na praça de S. Venceslau e rua Prikope.





Os últimos dois tipos, de acordo com a minha classificação, são as nobres e as que vendem cristais (para viajantes). Aquelas situam-se perto do castelo, aproveitando antigas casas de nobres, pertencendo a um tempo em que ainda não existia numeração nas portas mas símbolos (de animais) como identificação. As fachadas são magníficas.







O pequeno vídeo a seguir mostra edifícios e lojas nos rés-do-chão desses edifícios.


publicado por industrias-culturais às 08:58
link | comentar | favorito

LOJAS DE PRAGA

Podemos dividir as lojas da cidade de Praga em seis níveis: de produtos de qualidade, modernas, antigas, internacionais (marcas multinacionais ou negócios internacionais), nobres (junto ao castelo) e de cristais.





Das três primeiras lojas, a que designo de produtos de qualidade, duas ficam numa pequena rua de lojas de prestígio não longe da praça do relógio astronómico. Numa delas, a livraria Knihy Aulos, ficou um magnífico livro de 3500 coroas (cerca de €125 ), com litografias. O lojista da
Knihy Aulos bem se esforçou em elogiar a obra e a edição mais que limitada - apenas 50 exemplares -, mas o blogueiro hesitou em comprar (obstáculo para além do preço: o texto em checo).





As lojas antigas encontram-se em zonas ainda relativamente próximas da cidade comercial do centro: práticas mas com montras feias e cheias de produtos (muito diferente do que o blogueiro observou há mais de uma dezena de anos em parcela da antiga Jugoslávia, na actual Bósnia-Herzgovina, com as prateleiras vazias nos mercados). Já as lojas internacionais encontram-se na praça de S. Venceslau e rua Prikope.





Os últimos dois tipos, de acordo com a minha classificação, são as nobres e as que vendem cristais (para viajantes). Aquelas situam-se perto do castelo, aproveitando antigas casas de nobres, pertencendo a um tempo em que ainda não existia numeração nas portas mas símbolos (de animais) como identificação. As fachadas são magníficas.







O pequeno vídeo a seguir mostra edifícios e lojas nos rés-do-chão desses edifícios.


publicado por industrias-culturais às 08:58
link | comentar | favorito

LOJAS DE PRAGA

Podemos dividir as lojas da cidade de Praga em seis níveis: de produtos de qualidade, modernas, antigas, internacionais (marcas multinacionais ou negócios internacionais), nobres (junto ao castelo) e de cristais.





Das três primeiras lojas, a que designo de produtos de qualidade, duas ficam numa pequena rua de lojas de prestígio não longe da praça do relógio astronómico. Numa delas, a livraria Knihy Aulos, ficou um magnífico livro de 3500 coroas (cerca de €125 ), com litografias. O lojista da
Knihy Aulos bem se esforçou em elogiar a obra e a edição mais que limitada - apenas 50 exemplares -, mas o blogueiro hesitou em comprar (obstáculo para além do preço: o texto em checo).





As lojas antigas encontram-se em zonas ainda relativamente próximas da cidade comercial do centro: práticas mas com montras feias e cheias de produtos (muito diferente do que o blogueiro observou há mais de uma dezena de anos em parcela da antiga Jugoslávia, na actual Bósnia-Herzgovina, com as prateleiras vazias nos mercados). Já as lojas internacionais encontram-se na praça de S. Venceslau e rua Prikope.





Os últimos dois tipos, de acordo com a minha classificação, são as nobres e as que vendem cristais (para viajantes). Aquelas situam-se perto do castelo, aproveitando antigas casas de nobres, pertencendo a um tempo em que ainda não existia numeração nas portas mas símbolos (de animais) como identificação. As fachadas são magníficas.







O pequeno vídeo a seguir mostra edifícios e lojas nos rés-do-chão desses edifícios.


publicado por industrias-culturais às 08:58
link | comentar | favorito

LOJAS DE PRAGA

Podemos dividir as lojas da cidade de Praga em seis níveis: de produtos de qualidade, modernas, antigas, internacionais (marcas multinacionais ou negócios internacionais), nobres (junto ao castelo) e de cristais.





Das três primeiras lojas, a que designo de produtos de qualidade, duas ficam numa pequena rua de lojas de prestígio não longe da praça do relógio astronómico. Numa delas, a livraria Knihy Aulos, ficou um magnífico livro de 3500 coroas (cerca de €125 ), com litografias. O lojista da
Knihy Aulos bem se esforçou em elogiar a obra e a edição mais que limitada - apenas 50 exemplares -, mas o blogueiro hesitou em comprar (obstáculo para além do preço: o texto em checo).





As lojas antigas encontram-se em zonas ainda relativamente próximas da cidade comercial do centro: práticas mas com montras feias e cheias de produtos (muito diferente do que o blogueiro observou há mais de uma dezena de anos em parcela da antiga Jugoslávia, na actual Bósnia-Herzgovina, com as prateleiras vazias nos mercados). Já as lojas internacionais encontram-se na praça de S. Venceslau e rua Prikope.





Os últimos dois tipos, de acordo com a minha classificação, são as nobres e as que vendem cristais (para viajantes). Aquelas situam-se perto do castelo, aproveitando antigas casas de nobres, pertencendo a um tempo em que ainda não existia numeração nas portas mas símbolos (de animais) como identificação. As fachadas são magníficas.







O pequeno vídeo a seguir mostra edifícios e lojas nos rés-do-chão desses edifícios.


publicado por industrias-culturais às 08:58
link | comentar | favorito

LOJAS DE PRAGA

Podemos dividir as lojas da cidade de Praga em seis níveis: de produtos de qualidade, modernas, antigas, internacionais (marcas multinacionais ou negócios internacionais), nobres (junto ao castelo) e de cristais.





Das três primeiras lojas, a que designo de produtos de qualidade, duas ficam numa pequena rua de lojas de prestígio não longe da praça do relógio astronómico. Numa delas, a livraria Knihy Aulos, ficou um magnífico livro de 3500 coroas (cerca de €125 ), com litografias. O lojista da
Knihy Aulos bem se esforçou em elogiar a obra e a edição mais que limitada - apenas 50 exemplares -, mas o blogueiro hesitou em comprar (obstáculo para além do preço: o texto em checo).





As lojas antigas encontram-se em zonas ainda relativamente próximas da cidade comercial do centro: práticas mas com montras feias e cheias de produtos (muito diferente do que o blogueiro observou há mais de uma dezena de anos em parcela da antiga Jugoslávia, na actual Bósnia-Herzgovina, com as prateleiras vazias nos mercados). Já as lojas internacionais encontram-se na praça de S. Venceslau e rua Prikope.





Os últimos dois tipos, de acordo com a minha classificação, são as nobres e as que vendem cristais (para viajantes). Aquelas situam-se perto do castelo, aproveitando antigas casas de nobres, pertencendo a um tempo em que ainda não existia numeração nas portas mas símbolos (de animais) como identificação. As fachadas são magníficas.







O pequeno vídeo a seguir mostra edifícios e lojas nos rés-do-chão desses edifícios.


publicado por industrias-culturais às 08:58
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Junho 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Transportes públicos japo...

. Televisão japonesa

. Templos em Tóquio

. Novos diretores de jornai...

. Santuário Fushimi Inari T...

. Templo do Pavilhão Dourad...

. Kiyomizu-dera (leste de Q...

. Castelo Nijo (Quioto)

. Quioto à hora do jantar

. Introdução ao teatro Bunr...

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

. Outubro 2003

. Agosto 2003

. Abril 2003

. Março 2003

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub