Sexta-feira, 30 de Setembro de 2005

...

REVISTA COMUNICAÇÃO E SOCIEDADE

Ontem, chegou-me às mãos o último número da revista Comunicação e Sociedade (nº 7, 2005), do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (Universidade do Minho). O grande tema do volume é Economia política da comunicação e dos media e a sua organizadora é Helena Sousa, docente daquela universidade.

Da introdução, escrita por Helena Sousa, lê-se: "O desenvolvimento dos mercados associados às indústrias culturais e a crescente internacionalização das indústrias mediáticas e das tecnologias da informação têm demonstrado a relevância teórica da Economia Política e têm apresentado igualmente um conjunto de novos desafios que importa realçar".

Os três textos iniciais competem a Graham Murdock, Janet Wasko e Vincent Mosco, todos em torno da economia política, a partir de cruzamentos teóricos. Murdock, autor que tenho trabalhado com alguma insistência, traz, no seu texto, uma curta secção onde se propõe redefinir o conceito de indústrias culturais. Também Denis McQuail publica um texto, a aula aberta proferida em 5 de Maio de 2004, com o título "Publication in a free society: the problem of accountability".

A segunda parte deste volume de Comunicação e Sociedade releva estudos portugueses nos diversos media. Assim, Lurdes Macedo escreve sobre políticas para a sociedade de informação, Helena Sousa e Manuel Pinto sobre a economia do serviço público de televisão, Dora Mota sobre a televisão regional e local, Paulo Ferreira sobre a imprensa local e regional, Elsa Costa e Silva sobre concentração dos media e legislação e Manuela Espírito Santo sobre a Alta Autoridade para a Comunicação Social. O autor deste blogue tem um texto sobre rádio (o agradecimento a Filipe Jorge, então animador do blogue com o endereço http://www.jornalradio.com/, pelas informações que me prestou, as quais foram muito importantes para a construção de alguns addos).

Volume indispensável para os estudos da comunicação, do jornalismo e das indústrias culturais, tem uma outra característica: vários dos trabalhos editados pertencem a alunos(as) do mestrado de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho, princípio muito louvável (os alunos vêem trabalhos seus publicados). O volume tem 268 páginas e custa €12.
publicado por industrias-culturais às 15:40
link | comentar | ver comentários (1) | favorito

...

REVISTA COMUNICAÇÃO E SOCIEDADE

Ontem, chegou-me às mãos o último número da revista Comunicação e Sociedade (nº 7, 2005), do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (Universidade do Minho). O grande tema do volume é Economia política da comunicação e dos media e a sua organizadora é Helena Sousa, docente daquela universidade.

Da introdução, escrita por Helena Sousa, lê-se: "O desenvolvimento dos mercados associados às indústrias culturais e a crescente internacionalização das indústrias mediáticas e das tecnologias da informação têm demonstrado a relevância teórica da Economia Política e têm apresentado igualmente um conjunto de novos desafios que importa realçar".

Os três textos iniciais competem a Graham Murdock, Janet Wasko e Vincent Mosco, todos em torno da economia política, a partir de cruzamentos teóricos. Murdock, autor que tenho trabalhado com alguma insistência, traz, no seu texto, uma curta secção onde se propõe redefinir o conceito de indústrias culturais. Também Denis McQuail publica um texto, a aula aberta proferida em 5 de Maio de 2004, com o título "Publication in a free society: the problem of accountability".

A segunda parte deste volume de Comunicação e Sociedade releva estudos portugueses nos diversos media. Assim, Lurdes Macedo escreve sobre políticas para a sociedade de informação, Helena Sousa e Manuel Pinto sobre a economia do serviço público de televisão, Dora Mota sobre a televisão regional e local, Paulo Ferreira sobre a imprensa local e regional, Elsa Costa e Silva sobre concentração dos media e legislação e Manuela Espírito Santo sobre a Alta Autoridade para a Comunicação Social. O autor deste blogue tem um texto sobre rádio (o agradecimento a Filipe Jorge, então animador do blogue com o endereço http://www.jornalradio.com/, pelas informações que me prestou, as quais foram muito importantes para a construção de alguns addos).

Volume indispensável para os estudos da comunicação, do jornalismo e das indústrias culturais, tem uma outra característica: vários dos trabalhos editados pertencem a alunos(as) do mestrado de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho, princípio muito louvável (os alunos vêem trabalhos seus publicados). O volume tem 268 páginas e custa €12.
publicado por industrias-culturais às 15:40
link | comentar | ver comentários (1) | favorito

...

REVISTA COMUNICAÇÃO E SOCIEDADE

Ontem, chegou-me às mãos o último número da revista Comunicação e Sociedade (nº 7, 2005), do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (Universidade do Minho). O grande tema do volume é Economia política da comunicação e dos media e a sua organizadora é Helena Sousa, docente daquela universidade.

Da introdução, escrita por Helena Sousa, lê-se: "O desenvolvimento dos mercados associados às indústrias culturais e a crescente internacionalização das indústrias mediáticas e das tecnologias da informação têm demonstrado a relevância teórica da Economia Política e têm apresentado igualmente um conjunto de novos desafios que importa realçar".

Os três textos iniciais competem a Graham Murdock, Janet Wasko e Vincent Mosco, todos em torno da economia política, a partir de cruzamentos teóricos. Murdock, autor que tenho trabalhado com alguma insistência, traz, no seu texto, uma curta secção onde se propõe redefinir o conceito de indústrias culturais. Também Denis McQuail publica um texto, a aula aberta proferida em 5 de Maio de 2004, com o título "Publication in a free society: the problem of accountability".

A segunda parte deste volume de Comunicação e Sociedade releva estudos portugueses nos diversos media. Assim, Lurdes Macedo escreve sobre políticas para a sociedade de informação, Helena Sousa e Manuel Pinto sobre a economia do serviço público de televisão, Dora Mota sobre a televisão regional e local, Paulo Ferreira sobre a imprensa local e regional, Elsa Costa e Silva sobre concentração dos media e legislação e Manuela Espírito Santo sobre a Alta Autoridade para a Comunicação Social. O autor deste blogue tem um texto sobre rádio (o agradecimento a Filipe Jorge, então animador do blogue com o endereço http://www.jornalradio.com/, pelas informações que me prestou, as quais foram muito importantes para a construção de alguns addos).

Volume indispensável para os estudos da comunicação, do jornalismo e das indústrias culturais, tem uma outra característica: vários dos trabalhos editados pertencem a alunos(as) do mestrado de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho, princípio muito louvável (os alunos vêem trabalhos seus publicados). O volume tem 268 páginas e custa €12.
publicado por industrias-culturais às 15:40
link | comentar | ver comentários (1) | favorito

...

REVISTA COMUNICAÇÃO E SOCIEDADE

Ontem, chegou-me às mãos o último número da revista Comunicação e Sociedade (nº 7, 2005), do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (Universidade do Minho). O grande tema do volume é Economia política da comunicação e dos media e a sua organizadora é Helena Sousa, docente daquela universidade.

Da introdução, escrita por Helena Sousa, lê-se: "O desenvolvimento dos mercados associados às indústrias culturais e a crescente internacionalização das indústrias mediáticas e das tecnologias da informação têm demonstrado a relevância teórica da Economia Política e têm apresentado igualmente um conjunto de novos desafios que importa realçar".

Os três textos iniciais competem a Graham Murdock, Janet Wasko e Vincent Mosco, todos em torno da economia política, a partir de cruzamentos teóricos. Murdock, autor que tenho trabalhado com alguma insistência, traz, no seu texto, uma curta secção onde se propõe redefinir o conceito de indústrias culturais. Também Denis McQuail publica um texto, a aula aberta proferida em 5 de Maio de 2004, com o título "Publication in a free society: the problem of accountability".

A segunda parte deste volume de Comunicação e Sociedade releva estudos portugueses nos diversos media. Assim, Lurdes Macedo escreve sobre políticas para a sociedade de informação, Helena Sousa e Manuel Pinto sobre a economia do serviço público de televisão, Dora Mota sobre a televisão regional e local, Paulo Ferreira sobre a imprensa local e regional, Elsa Costa e Silva sobre concentração dos media e legislação e Manuela Espírito Santo sobre a Alta Autoridade para a Comunicação Social. O autor deste blogue tem um texto sobre rádio (o agradecimento a Filipe Jorge, então animador do blogue com o endereço http://www.jornalradio.com/, pelas informações que me prestou, as quais foram muito importantes para a construção de alguns addos).

Volume indispensável para os estudos da comunicação, do jornalismo e das indústrias culturais, tem uma outra característica: vários dos trabalhos editados pertencem a alunos(as) do mestrado de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho, princípio muito louvável (os alunos vêem trabalhos seus publicados). O volume tem 268 páginas e custa €12.
publicado por industrias-culturais às 15:40
link | comentar | ver comentários (1) | favorito

...

REVISTA COMUNICAÇÃO E SOCIEDADE

Ontem, chegou-me às mãos o último número da revista Comunicação e Sociedade (nº 7, 2005), do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (Universidade do Minho). O grande tema do volume é Economia política da comunicação e dos media e a sua organizadora é Helena Sousa, docente daquela universidade.

Da introdução, escrita por Helena Sousa, lê-se: "O desenvolvimento dos mercados associados às indústrias culturais e a crescente internacionalização das indústrias mediáticas e das tecnologias da informação têm demonstrado a relevância teórica da Economia Política e têm apresentado igualmente um conjunto de novos desafios que importa realçar".

Os três textos iniciais competem a Graham Murdock, Janet Wasko e Vincent Mosco, todos em torno da economia política, a partir de cruzamentos teóricos. Murdock, autor que tenho trabalhado com alguma insistência, traz, no seu texto, uma curta secção onde se propõe redefinir o conceito de indústrias culturais. Também Denis McQuail publica um texto, a aula aberta proferida em 5 de Maio de 2004, com o título "Publication in a free society: the problem of accountability".

A segunda parte deste volume de Comunicação e Sociedade releva estudos portugueses nos diversos media. Assim, Lurdes Macedo escreve sobre políticas para a sociedade de informação, Helena Sousa e Manuel Pinto sobre a economia do serviço público de televisão, Dora Mota sobre a televisão regional e local, Paulo Ferreira sobre a imprensa local e regional, Elsa Costa e Silva sobre concentração dos media e legislação e Manuela Espírito Santo sobre a Alta Autoridade para a Comunicação Social. O autor deste blogue tem um texto sobre rádio (o agradecimento a Filipe Jorge, então animador do blogue com o endereço http://www.jornalradio.com/, pelas informações que me prestou, as quais foram muito importantes para a construção de alguns addos).

Volume indispensável para os estudos da comunicação, do jornalismo e das indústrias culturais, tem uma outra característica: vários dos trabalhos editados pertencem a alunos(as) do mestrado de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho, princípio muito louvável (os alunos vêem trabalhos seus publicados). O volume tem 268 páginas e custa €12.
publicado por industrias-culturais às 15:40
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 29 de Setembro de 2005

...

EU TAMBÉM ASSINEI A PETIÇÃO PARA REPOSIÇÃO DO CANAL ARTE

Está disponível, para quem quiser assinar, a petição para a
reposição do canal ARTE, retirado do pacote de base da Netcabo. A primeira assinatura pertence a Anna Collongues Bensassy.
publicado por industrias-culturais às 19:20
link | comentar | ver comentários (3) | favorito

...

EU TAMBÉM ASSINEI A PETIÇÃO PARA REPOSIÇÃO DO CANAL ARTE

Está disponível, para quem quiser assinar, a petição para a
reposição do canal ARTE, retirado do pacote de base da Netcabo. A primeira assinatura pertence a Anna Collongues Bensassy.
publicado por industrias-culturais às 19:20
link | comentar | ver comentários (3) | favorito

...

EU TAMBÉM ASSINEI A PETIÇÃO PARA REPOSIÇÃO DO CANAL ARTE

Está disponível, para quem quiser assinar, a petição para a
reposição do canal ARTE, retirado do pacote de base da Netcabo. A primeira assinatura pertence a Anna Collongues Bensassy.
publicado por industrias-culturais às 19:20
link | comentar | ver comentários (3) | favorito

...

EU TAMBÉM ASSINEI A PETIÇÃO PARA REPOSIÇÃO DO CANAL ARTE

Está disponível, para quem quiser assinar, a petição para a
reposição do canal ARTE, retirado do pacote de base da Netcabo. A primeira assinatura pertence a Anna Collongues Bensassy.
publicado por industrias-culturais às 19:20
link | comentar | ver comentários (3) | favorito

...

EU TAMBÉM ASSINEI A PETIÇÃO PARA REPOSIÇÃO DO CANAL ARTE

Está disponível, para quem quiser assinar, a petição para a
reposição do canal ARTE, retirado do pacote de base da Netcabo. A primeira assinatura pertence a Anna Collongues Bensassy.
publicado por industrias-culturais às 19:20
link | comentar | ver comentários (3) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Junho 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Transportes públicos japo...

. Televisão japonesa

. Templos em Tóquio

. Novos diretores de jornai...

. Santuário Fushimi Inari T...

. Templo do Pavilhão Dourad...

. Kiyomizu-dera (leste de Q...

. Castelo Nijo (Quioto)

. Quioto à hora do jantar

. Introdução ao teatro Bunr...

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

. Outubro 2003

. Agosto 2003

. Abril 2003

. Março 2003

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub